A perda de cabelo é inevitável quando o envelhecimento começa. Infelizmente, alopecia ou calvície podem aparecer em uma idade precoce.

Essa questão atinge muitos rapazes, prejudicando sua autoestima e confiança, pois na adolescência se constrói a identidade e mudanças físicas repentinas atingem seu estado emocional.

A alopecia em jovens ocorre principalmente devido a uma predisposição genética. Outras causas são:

  • Alopecia seborréica. Decorre do aumento da produção de gordura no couro cabeludo. É uma consequência do estresse, ansiedade, anemia e alterações hormonais.
  • Alopecia androgenética. Ocorre devido ao excesso de hormônios masculinos. Um alto nível de andrógenos reduz a densidade do cabelo.
  • Alopecia areata. A queda de cabelo é irregular e se espalha por todo o couro cabeludo. É porque a base do folículo é mais estreita do que a parte distal.
  • Alopecia por tração.  É devido a fatores externos, como penteados agressivos ou tricolomania – uma compulsão para arrancar os cabelos pela raiz.

recomendações

1. Mantenha uma boa higiene

Ter um couro cabeludo limpo é vital para retardar a queda de cabelo. Considere que a falta de higiene produz seborréia, o que promove calvície.

2. Faça uma dieta balanceada

A comida é a base para a prevenção de muitos males, inclusive a queda de cabelo. Embora não seja suficiente para parar completamente a queda, ela pode ser retardada com uma proporção adequada de carboidratos, gordura e proteína. É importante, por sua vez, consumir vitaminas e ferro, de frutas e vegetais.

3. Corte o cabelo regularmente

Para manter os capilares abertos, corte o cabelo regularmente. Isso permitirá que você o limpe.

4. Faça massagens capilares

Faça em casa! Este tipo de massagem reativa o fluxo sanguíneo no couro cabeludo. Faça massagens circulares do centro da cabeça.

5. Remédios

Há controvérsia neste ponto. Mas o Folicaps é um produto natural para combater a queda de cabelo, mas membre-se de que nem todos os produtos funcionam da mesma forma para todas as pessoas. Se você decidir consumir algum medicamento – ou aplicá-lo na pele – ele deve ser prescrito por um especialista.